A má época do Málaga parece não ter fim à vista e esta terça-feira ficou pior, com a derrota por 2-1 da equipa frente ao Numancia, da II divisão, na primeira-mao dos 16-avos-de-final da Taça do Rei.

O Málaga esteve a vencer até aos 90 minutos, mas depois permitiu dois golos de uma equipa do escalão inferior. Uma situação que irritou e muito o técnico Míchel.

"Não sei se é falta de atitude, falta de qualidade, tensão ou se estão vestidos como jogadores de primeira divisão e não o são. Temos de exigir muito mais. Não estou a justificar o meu trabalho, se há situações complicadas, eu dou a cara, mas o que tenho de dizer, digo-lhes", desabafou o técnico, após a derrota.

Os dois golos sofridos nos descontos, que valeram a derrota à sua equipa, foram uma das razões da irritação do técnico.

"É inacreditável. Não podemos estar com paninhos quentes, não podemos entregar aqueles 10 minutos, para além de que éramos incapazes de fazer três passes para lá da linha de meio-campo. Permitimos dois golos em duas bolas paradas. Parece que temos vontade de complicar a nossa própria vida", disse Michel, deixando um ´recado` aos jogadores.

"Quando alguém se veste de futebolista, tem de entender o que isso significa", atirou.

A situação do Málaga na Liga é preocupante. A equipa ocupa o último lugar da tabela, com apenas um ponto. Nas nove jornadas já disputadas, conta apenas com um empate, sendo a única equipa que ainda não venceu. Marcou apenas quatro golos e sofreu 20.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.