O FC Barcelona venceu hoje o Espanyol 1-0, na 35.ª jornada da I Liga espanhola de futebol, reduzindo, provisoriamente, para um ponto o atraso para o líder Real Madrid, mas ditou a descida de divisão do rival catalão.

Com efeito, o Espanyol, que é último classificado, com 24 pontos, já não pode alcançar o 17.º lugar, primeiro acima da 'linha de água', que garante a permanência, ocupado pelo Eibar, com 35 pontos, mesmo que vença os três jogos que restam para o final do campeonato.

No entanto, como se esperava num dérbi catalão, o FC Barcelona sentiu grandes dificuldades para superar o rival da mesma cidade, como o atesta a vitória tangencial por 1-0, graças a um golo do uruguaio Luís Suárez, aos 56 minutos.

De realçar a amostragem pelo árbitro de dois cartões vermelhos diretos no espaço de três minutos, aos 50 e 53, o primeiro ao jovem de 17 anos nascido na Guiné-Bissau Anssumane Fati, do Barcelona, e o segundo a Lozano, do Espanyol, ambos por entradas em que atingiram os adversários em lances de bola dividida.

Ao somar hoje mais três pontos, o FC Barcelona reduziu, provisoriamente, o atraso para um ponto em relação ao líder Real Madrid, mas este ainda vai receber, na sexta-feira, o Alavés, e, em caso de vitória, recoloca a vantagem em quatro pontos, quando faltarão disputar apenas três jornadas.

Nos outros dois jogos de hoje da 35.ª jornada, o Betis recebeu e venceu, de forma concludente, o Osasuna, por 3-0, enquanto o Villarreal foi ao terreno do Getafe alcançar uma vitória por 3-1, que assume uma importância inegável numa altura decisiva na luta pelos lugares de acesso à Liga dos Campeões e à Liga Europa.

O Betis, que iniciou o jogo com o internacional português William Carvalho no 'banco', marcou logo aos quatro minutos, pelo médio argentino Guido Rodriguez, e aumentou a contagem aos 25, pelo lateral-esquerdo Alfonso Pedraza.

A equipa de Sevilha voltou a marcar já em período de compensações, aos 90+7, pelo médio Carles Alena, já com William Carvalho em campo desde o minuto 74, a render o médio mexicano Andrés Guardado.

Quando ao triunfo do Villarreal, começou a ser 'desenhado' aos 66 minutos, por Cazorla, na execução de um penálti, mas o Getafe ainda logrou chegar ao empate, aos 80, por Hugo Duro. O mesmo Cazorla bateria com êxito novo penálti, aos 86, para Ruben Pena fechar o triunfo da equipa visitante, aos 90+3.

O Real Madrid, com menos um jogo, lidera com 77 pontos, seguido do FC Barcelona, com 76, do Atlético Madrid, com 63, do Sevilha (menos um jogo), com 60, que ocupam nesta altura os quatro primeiros lugares que dão acesso à 'Champions'.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.