Fernando Sanz, diretor de Relações Institucionais da LaLiga, afirmou hoje que tem a convicção de que João Félix e Trincão vão mostrar esta época todo o seu valor e justificar a aposta feita por Atlético Madrid e Barcelona, respetivamente.

"Temos muita esperança em jovens como João Félix e Trincão, que esperemos que expludam este ano. Vimos coisas espetaculares de João Félix no ano passado e temos muita esperança de que este ano faça coisas incríveis, com grandes jogos todos os domingos. Estou convencido de que vai ser uma grande figura da nossa liga, mas há que trabalhar todos os dias e ser constante, sem adormecer", afirmou o ex-jogador do Real Madrid e Málaga numa sessão ‘online' de apresentação do campeonato de futebol espanhol.

Ainda sobre a próxima edição de La Liga, o antigo jogador merengue realçou o favoritismo de Real Madrid e Barcelona, mas disse não acreditar num "passeio a dois".

"Vai ser uma disputa entre dois históricos, mas em que podem entrar Atlético Madrid e Sevilha, por exemplo. Creio que existem muitos ingredientes que farão com que a liga seja muito competitiva e não apenas um passeio de dois atores", considerou Fernando Sanz.

Além das condicionantes sanitárias, a pandemia continua a ditar a sua lei na organização das competições desportivas e a liga espanhola não será exceção, com o público ausente das bancadas e um rigoroso protocolo de segurança em redor de todos os encontros.

Além disso, o diretor de Relações Institucionais da LaLiga sublinhou que o efeito da covid-19 se faz igualmente sentir em termos económicos e constatou que isso é visível nos plantéis que os clubes estão a construir.

"Vai ser uma temporada difícil para todas as equipas por causa da pandemia, que tem um forte impacto económico negativo e se tem refletido em poucos reforços nas equipas", disse o dirigente, dando, uma vez mais, como exemplo o Real Madrid, que apenas recuperou o emprestado jovem norueguês Odegaard à Real Sociedad, e o Barcelona, onde a principal nota de mudança é a chegada do treinador holandês Ronald Koeman.

A terminar, Fernando Sanz aceitou abordar o episódio que abalou a Catalunha há poucos dias, com a intenção de Messi em abandonar o Barcelona, e reconheceu que para a liga espanhola foi uma "ótima notícia" o argentino ter decidido ficar em Camp Nou.

O antigo jogador espanhol está convicto de que se tratou apenas de uma vontade momentânea e que o camisola 10 ‘blaugrana’ vai acabar a carreira em Barcelona.

"É verdade que em janeiro Messi se torna um jogador livre e pode negociar com outros clubes a sua transferência, mas até lá muita coisa vai passar-se. O mais importante é que voltou aos treinos, está feliz, é o primeiro a chegar e não podemos esquecer que em março há eleições no clube e o novo presidente tudo fará para que Messi permaneça. Acredito que Messi voltará a ser feliz em Barcelona e, inclusive, sendo uma figura do clube, acabar ali a sua carreira", terminou Fernando Sanz.

A liga espanhola arranca este fim de semana com o jogo entre Eibar e Celta de Vigo, marcado para sábado. O Real Madrid, comandado pelo francês Zidane, procurará revalidar o título conquistado e que lhe escapava desde 2016/2017, ao passo que o Barcelona quererá, com Ronald Koeman ao leme, recuperar o cetro perdido para o rival ‘merengue’.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.