Dani Alves, defesa do Paris Saint-Germain, afirmou que esteve muito perto de mudar-se para o Real Madrid quando ainda estava no Sevilha. Atualmente, agradece não ter tomado essa decisão.

"Vou ser sincero: estive 95 por cento no Real Madrid. Mas Del Nido [na altura presidente do Sevilha] era um tipo muito duro. O Chelsea também se intrometeu. Tive de tomar uma decisão e acabei por ficar no Sevilha. Estava muito perto de assinar pelo Real Madrid mas o destino atravessou-se no meu caminho. Dizia que a minha história ia fazer-se no Barcelona, como tinha sonhado em criança. E devemos realizar os nossos sonhos, não os pesadelos", afirmou Dani Alves à ESPN.

Agora com 36 anos, o internacional brasileiro considera que foi muito mais desafiante ter ido para Barcelona.

"Estou grato por ter evitado ir para o Real Madrid e, obviamente, por assinar pelo Barcelona. O Real era um clube vencedor e não ia para lá manter o 'status quo'. Foi mais emocionante construir o que fizemos no Barcelona. Tivemos de mudar a história e foi o que fizemos. Em Madrid teria apenas adicionado alguma páginas a um livro que já estava escrito. Ao contrário, no Barça foi uma coisa diferente".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.