O guarda-redes português Rui Silva, do Granada, disse hoje estar orgulhoso da forma como Espanha está a lutar contra o novo coronavírus, pandemia que tem afetado muitos e até a sua família.

“Infelizmente, muitas famílias foram atingidas por este vírus, a minha também”, escreveu o guardião, de 26 anos, na sua conta na rede social Instagram, mas sem dar mais informação em relação ao assunto.

O jogador, que tem sido uma das revelações da Liga espanhola de futebol, em que o Granada segue em nono lugar, disse que este é o momento “de não perder a força, nem o sorriso” e revelou que sofre à distância, também por Portugal.

“Estou longe do meu país, a sofrer distante, mas orgulhoso de como tu, Espanha, lutas para superar isto”, apontou, ao escrever sobre os dois países.

Rui Silva assinalou também que as mortes “não são números, mas histórias de vida que se perdem”, competindo a todos lembrá-las.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da COVID-19, já infetou mais de um milhão de pessoas em todo o mundo, das quais quase 60 mil morreram. Dos casos de infeção, mais de 211 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Em Espanha, as autoridades de saúde indicaram hoje 11.744 vítimas mortais e 124.736 casos de infeção pelo novo coronavírus.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.