Eduardo Iturralde González, antigo árbitro espanhol, recordou em entrevista à Cadena Ser, o primeiro clássico de José Mourinho à frente do Real Madrid em 2010, frente ao Barcelona de Guardiola, que terminou com a vitória catalã por 5-0.

Nomeadamente, Iturralde recordou o que disse a Mourinho quando lhe colocou a mão no pescoço, no final da partida.

"Eu digo que se és um incendiário, tens de ser sempre incendiário, não é sê-lo sempre e depois estar sentado 90 minutos. Se és um galo, tens de ser um galo sempre. No final do jogo ele [Mourinho] vem ter comigo e diz-me 'Muito bem, Iturralde'. E pego nele, há uma fotografia disso, e respondo-lhe 'Tu enganaste-te numa coisa, aqui há um galo e não és tu, sou eu'. Os assistentes que ouviram disserem-me 'Tu passaste-te'", contou.

Contudo, o árbitro revela que tinha uma boa relação com o técnico português.

"Tinha uma boa relação com ele, porque montava o seu circo e o seu teatro então tinhas de o diferenciar. Guardiola era muito mais difícil de lidar, mas para todos os árbitros, era muito mais complicado. Na hora de protestar com os assistentes era muito mais fácil controlar Mourinho que outros que eram mais complicados", disse.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.