Kitu Díaz viu o seu nome saltar para a ribalta do futebol com um golo olímpico quase impossível. O jogador argentino de 35 anos marcou, de canto direto e de trivela, na vitória do Barcelona do Equador sobre o Montevideo Wanderers por 4-2, na primeira jornada da fase de grupos da Taça Sul-Americana de futebol.

Aproveitando uma distração do guardião contrário que dava indicações para as marcações, Kitu Diáz foi rápido a marcar um canto com uma trivela fantástica que só terminou no fundo das redes.

Pouco antes deste golo olímpico, Kitu Diáz tinha falhado uma grande penalidade.

Foi o quinto golo olímpico na história da Taça Sul-americana (desde 2002). Antes, Alejandro Figueroa (Provincial Osorno) em 2003, Guillermo Santos (Mineros) em 2006, Marcos Assunção (Palmeiras) em 2010 e 2018: Junior Sornoza (Fluminense) em 2018 tinham marcado de canto direto na segunda prova mais importante de clubes da América Latina.

Veja o golaço de Kitu Diáz!

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.