João Félix dominou as manchetes entre os jogadores portugueses em ação nas principais Ligas europeias, dando seguimento ao bom momento que atravessa com mais dois golos em novo triunfo do Atlético, mas até houve quem fizesse melhor: Beto, da Udinese, continua em grande na sua temporada de estreia na Serie A e apontou o seu primeiro hat-trick na prova.

Houve ainda mais golos lusos por essa Europa fora, num fim-de-semana em que foram vários os jogadores portugueses com razões para sorrir. O SAPO Desporto resume-lhe o que fizeram os futebolistas lusos espalhados um pouco por todo o continente europeu ao longo dos últimos dias.

Espanha: João Félix em grande, William Carvalho também fez o gosto ao pé

O Atlético de Madrid somou a sua sexta vitória consecutiva no conjunto de todas as competições, ao receber e vencer o Alavés por 4-1, e Félix realizou uma grande exibição, com pormenores de enorme classe e dois golos. Leva sete nos últimos oito jogos pelo clube.

Quem também está a realizar uma excelente temporada é William Carvalho, num Bétis que continua a sonhar com um lugar na Liga dos Campeões na próxima época. O médio luso voltou a marcar mais um golo de grande classe e já leva quatro remates certeiros esta temporada (igualando a sua melhor época de sempre a esse nível).

Presidente do Barcelona confirma que tentou contratar João Félix
Presidente do Barcelona confirma que tentou contratar João Félix
Ver artigo

Noutros jogos, Luís Maximiano e Domingos Duart foram titulares no empate caseiro (2-2) do Granada, tal como Thierry Correia e Gonçalo Guedes num nulo do Valência.

Inglaterra: Diogo Jota também de pé quente em Inglaterra

Outro internacional português a atravessar um grande momento é Diogo Jota. Depois de ter marcado também por Portugal durante as paragens para as seleções, o atacante do Liverpool marcou pelo terceiro jogo consecutivo pelos 'reds' ao abrir a contagem no triunfo por 2-0 sobre o Watford.

O Liverpool segue na perseguição ao City, que também ganhou, mas sem golos portugueses. Rúben Dias continua lesionado, João Cancelo foi titular e Bernardo Silva suplente utilizado. Na outra equipa de Manchester, o United empatou 1-1. Cristiano Ronaldo ficou de fora devido a doença, mas Diogo Dalot e Bruno Fernandes jogaram de início frente a um Leicester onde Ricardo Pereira não saiu do banco.

O Wolverhampton de Bruno Lage, com cinco portugueses no onze titular e mais dois a saltarem do banco, voltou às vitórias ao bater o Aston Villa por 2-1 e ocupa o 8.º lugar da tabela.

Itália: Houve 'hat-trick' de Beto e vitória de Mourinho

Na Serie A o destaque vai todo para Beto. O antigo avançado do Portimonense marcou três golos na vitória por 5-1 da Udinese frente ao Cagliari. O atacante não marcava desde janeiro, mas já ultrapassou a dezena de golos no escalão principal do futebol italiano, ocupando o 9.º lugar na lista de melhores marcadores da prova.

José Mourinho também teve motivos para sorrir, ao ver a Roma vencer por 1-0 a visita à Sampdoria e somar o nono jogo seguido sem perder no conjunto de todas as provas. Quanto ao lateral esquerdo Mário Rui, alinhou os 90 minutos no triunfo do Nápoles em casa da Atalanta.

França: Renato Sanches voltou no Lille e houve vários portugueses vitoriosos

Na Ligue 1 não houve golos portugueses, mas houve muitos vitórias para os jogadores lusos que pontificam nas principais equipas do escalão principal do futebol gaulês.

Nuno Mendes e Danilo foram titulares no triunfo do PSG e Gelson Martins e Anthony Lopes também alinharam de início nas vitórias suadas de Mónaco e Lyon, respetivamente.

Neymar e Mbappé bisam com Messi a fechar a goleada do PSG ao Lorient
Neymar e Mbappé bisam com Messi a fechar a goleada do PSG ao Lorient
Ver artigo

O destaque, esse, porém, vai para o ainda campeão em título, o Lille, que teve Jojsé Fonte e Tiago Djaló lado a lado no centro da defesa e contou ainda com o regresso de Renato Sanches, que saltou do banco para jogar o quarto-de-hora final, voltando assim a jogar depois de um mês de paragem devido a uma lesão que o afastou até dos compromissos da seleção nacional.

Alemanha: André Silva levou a melhor sobre Raphael Guerreiro

Por fim, na Bundesliga, houve duelo de internacionais portugueses que tinham estado lado a lado dias antes ao serviço da Seleção. Raphael Guerreiro e André Silva foram titulares pelas respetivas equipas na receção do Dortmund ao Leipzig e foi a equipa do avançado (que ficou em branco) a levar a melhor por expressivos 4-1.

Outro avançado português a atuar na Alemanha, Gonçalo Paciência, foi suplente utilizado no nulo do Eintracht Frankfurt ante o Greuther Furth.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.