O SAPO Desporto faz o resumo do fim-de-semana dos portugueses que atuam em Inglaterra, Itália, Espanha e França e olha também para alguns que estiveram em destaque noutros campeonatos.

João Félix ajuda na vitória do Atlético de Madrid

O Granada abandonou os lugares de descida da Liga espanhola de futebol, ao somar o primeiro triunfo fora, no reduto do Levante (3-0), no encontro de encerramento da 12.ª jornada. Na equipa da casa, o central luso Rúben Vezo foi titular, tendo igualmente cumprido os 90 minutos.

Um ‘bis’ do turco Enes Unal permitiu ao Getafe vencer pela primeira vez nesta edição de La Liga, com Florentino Luís em campo a partir dos 81 minutos na vitória por 2-1 da equipa, ainda a lanterna-vermelha do campeonato, com seis pontos.

O internacional luso João Félix saiu do banco para fechar a vitória por 3-0 do campeão em título Atlético de Madrid em casa com o Betis, que contou com o médio luso William Carvalho no ‘onze’.

O Valência recebeu e venceu o Villarreal por 2-0. Do ‘onze’ da equipa valenciana fez parte o internacional português Gonçalo Guedes, que seria substituído aos 82 minutos pelo avançado Hugo Duro.

Cristiano Ronaldo assiste, marca e sossega críticos

O internacional português Cristiano Ronaldo marcou e assistiu no regresso aos triunfos do Manchester United na Liga inglesa de futebol, sobre o Tottenham (3-0). No jogo da 10.ª jornada, o avançado português abriu o ativo, aos 39 minutos, face a um passe magistral do compatriota Bruno Fernandes, e, já no segundo tempo, fez a assistência para o uruguaio Edinson Cavani (64) deixar os ‘red devils’ confortáveis no estádio do Tottenham.

Na sequência deste resultado, Nuno Espírito Santo foi dispensado do Tottenham, deixando o emblema no oitavo lugar da ‘Premier League’.

A grande surpresa da jornada aconteceu em Manchester, com o desaire do City aos 'pés' do Crystal Palace, que beneficiou da expulsão do central Aymeric Laporte (45+2), titular juntamente com os lusos João Cancelo, Rúben Dias e Bernardo Silva.

O Arsenal deu sequência ao bom momento, após vencer em Leicester por 2-0, com o português Nuno Tavares de início e Cédric Soares no banco de suplentes no emblema londrino.

O Liverpool empatou a dois golos com o Brighton, com o internacional luso Diogo Jota a ser lançado por Jürgen Klopp aos 78 minutos.

O Wolverhampton, treinado pelo português Bruno Lage, ascendeu ao sétimo lugar ao bater em casa o Everton, que ultrapassou, por 2-1, no fecho da 10.ª jornada. Nos Wolves, José Sá, Nélson Semedo, João Moutinho e Rúben Neves cumpriram os 90 minutos, enquanto Trincão também foi titular, mas saiu aos 79, substituído por Daniel Podence. Fábio Silva ainda entrou, para ‘queimar’ tempo, aos 90+4.

José Mourinho sofre a primeira derrota caseira em Itália

O AC Milan impôs à Roma, de José Mourinho, a sua primeira derrota caseira na Liga italiana de futebol (1-2) e manteve a liderança, a par do Nápoles. Os portugueses Rafael Leão e Rui Patrício foram titulares nas respetivas equipas.

Mais cedo, com o lateral internacional português Mário Rui entre os titulares, o líder Nápoles foi ao reduto do Salernitana vencer por 1-0.

O campeão Inter de Milão venceu por 2-0 na receção à Udinese, com o avançado português Beto no lado do conjunto visitante.

A Juventus averbou a segunda derrota seguida na vista ao Verona, por 2-1, e passou a ter mais pontos perdidos do que somados em 11 jornadas da prova. Miguel Veloso foi titular na equipa de Verona.

Danilo e Nuno Mendes continuam em alta em França

O Paris Saint-Germain pareceu muito tempo à ‘deriva’, mas foi categórico na parte final e bateu em casa o campeão Lille por 2-1, reforçando a liderança do campeonato francês de futebol. Danilo jogou os 90 minutos nos locais e Nuno Mendes entrou aos 65, enquanto, no Lille, quatro portugueses jogaram todo o encontro, os centrais José Fonte e Tiago Djaló e os médios Renato Sanches (amarelo aos 57) e Xeka.

O Mónaco perdeu em casa do Brest por 2-0, com o internacional português Gelson Martins a entrar no ‘onze’ do Mónaco, mas sendo substituído aos 65 minutos. O Nice foi a Angers, que contou com Pereira Lage a partir dos 74 minutos, vencer por 2-1.

O Bordéus, com o português Ricardo Mangas no ‘onze’, venceu na receção ao Reims por 3-2. O Lyon, com o capitão internacional português (e capitão) Anthony Lopes na baliza, venceu em casa o Lens, segundo classificado, por 2-1.

Borussia Dortmund vence sem Raphaël Guerreiro

Sem o internacional português Raphaël Guerreiro e o goleador Erling Haaland, ambos lesionados, o Borussia Dortmund conseguiu o quarto triunfo consecutivo, por 2-0, na receção ao Colónia.

Outros campeonatos: Alegria para os treinadores portugueses, menos para Vítor Pereira na Turquia e Rui Vitória na Rússia

O Palmeiras, treinado pelo português Abel Ferreira, venceu o Grêmio, em Porto Alegre, por 3-1, na 29.ª jornada do campeonato brasileiro de futebol, e manteve o segundo lugar, com 52 pontos.

O Al-Taawon, treinado pelo português José Gomes, alcançou a sua primeira vitória na I Liga saudita de futebol, ao vencer na receção ao Abha, por 2-0, na 10.ª jornada, mas mantém-se no último lugar da classificação.

O Olympiacos, treinado pelo português Pedro Martins, foi vencer a casa do Panetolikos por 2-1, na oitava jornada da Liga grega de futebol, segurando a liderança do campeonato por quatro pontos.

O Fenerbahçe, treinado pelo português Vítor Pereira, perdeu pela terceira vez consecutiva na Liga turca de futebol, ao ceder por 2-1 em casa do Konyaspor, na 11.ª ronda do campeonato.

O Al-Duhail, treinado pelo português Luís Castro, venceu na receção ao Qatar SC, na oitava jornada da Liga do Qatar de futebol, e ascendeu, provisoriamente, à liderança, que partilha com o Al-Saad, de Xavi Hernández.

O Spartak Moscovo, treinado pelo português Rui Vitória, somou o terceiro jogo seguido sem vencer na Liga russa de futebol, ao conceder o golo do empate 1-1 com o Rostov aos 90+5 minutos, na 13.ª jornada.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.