Lionel Messi somou o seu segundo troféu internacional na seleção principal da Argentina. O criativo guiou a sua seleção a uma vitória incontestável diante da Itália, na Finalíssima de Wembley entre o campeão sul-americano e o campeão europeu. No final, foi eleito Melhor em Campo, depois de mais uma grande exibição, com duas assistências para golo, além de várias ações importantes.

"Viemos aqui para defrontar qualquer adversário. Hoje foi um bom teste porque a Itália é uma seleção muito boa. Sabíamos que hoje seria um bom jogo e que era um bom cenário para sermos campeões. Foi uma final muito bonita, cheia de argentinos. O que vivemos aqui foi bonito e especial", disse o capitão da Argentina, ao site oficial da UEFA.

Veja as melhores imagens do jogo!

Lionel Scaloni, selecionador da Argentina, gostou da forma como a sua equipa jogou.

"O que conta é o espírito de sacrifício e de luta que o grupo mostra. Além do resultado, como disse na conferência de antevisão, procurávamos um bom desempenho. Acreditamos que a confiança de vencer liberta-te de muitas coisas. Não estamos isentos de que em algum momento a equipa possa ser derrotada, mas temos de ser fortes. Quero que o grupo seja sempre assim, da mesma forma. O Mundial2022 é uma pressão totalmente diferente. Podemos garantir que vamos competir contra qualquer adversário do mundo, mas não que vamos ganhar alguma coisa", analisou.

A Argentina derrotou a Itália por 3-0, na Finalíssima que colocou em campo o campeão sul-americano e o campeão europeu de futebol.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.