A Federação Angolana de Futebol (FAF) afastou a atribuição antecipada do título do Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão, mas admitiu que qualquer decisão a respeito será tomada em colégio.

Segundo o secretário-geral do órgão, Rui Costa, qualquer medida da federação sobre o futuro do Girabola2019/20 dependerá de uma comunicação das instituições de Saúde ou do Executivo, sobre as incidências do coronavírus (COVID -19) no país.

Em entrevista nesta sexta-feira ao Jornal de Angola, o dirigente disse que a actual situação recomenda aos agentes desportivos alguma ponderação, em virtude de estar em vigor o Estado de Emergência, decretado pelo Presidente da República, João Lourenço.

“Estamos a cumprir 15 dias que poderão ser ou não prorrogados. Devemos, no mínimo, aguardar por este tempo", reiterou.

A competição foi suspensa dia 21 de Março na sequência do despacho exarado pelo Ministério da Juventude e Desportos a orientar a interrupção de todas as actividades desportivas no país.

Após 25 jornadas disputadas, persiste a indefinição em relação ao campeão. O Petro de Luanda é o líder da prova com 54 pontos, seguido do 1º de Agosto, com 51, embora com menos um jogo.

Na próxima ronda (26ª), militares e tricolores defrontam-se para o desafio que poderá ditar o vencedor desta edição da competição nacional.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.