Segunda-feira é dia de recordar o que fizeram os portugueses nos principais campeonatos a nível europeu.

Em Itália, Ronaldo foi rei

Começamos por Itália, onde 'mora' Cristiano Ronaldo. o craque português foi o protagonista do triunfo da 'vecchia signora' sobre o Parma de Bruno Alves.

O avançado luso fez a diferença, com golos aos 43 minutos, num remate que desviou num defesa, e aos 58´, a passe do argentino Dybala, consumando a vitória três minutos depois de o dinamarquês Cornelius ter empatado.

Com os tentos apontados, o astro português chegou aos 16 golos na Liga italiana

A Roma de Paulo Fonseca venceu a equipa de Milão por 3-1 e subiu provisoriamente ao quatro lugar, ao bater o Génova por 3-1. O AC Milan, com o avançado português Rafael Leão de início, venceu por 3-2 na receção à Udinese, com o golo do triunfo ‘rossonero’ a surgir aos 90+3 minutos, da autoria do internacional croata Ante Rebic.

Já o AC Milan, com Rafael Leão, somou o quarto jogo sem perder e a terceira vitória consecutiva. Ibrahimovic foi titular na frente de ataque ao lado do português e os dois ficaram em branco, mas ajudaram os 'rossoneri' a baterem a Udinese por 3-2.

Em Inglaterra, Liverpool está próximo de quebrar o jejum

O Liverpool continua imparável na rota do título de campeão que lhe foge há três décadas, depois de ter vencido por 2-0 na receção ao Manchester United, em jogo da 23.ª jornada da Liga inglesa.

O lateral português Diogo Dalot iniciou a partida no banco de suplentes do United, tendo sido lançado pelo técnico Ole Gunnar Solskjaer aos 87 minutos.

No fecho da ronda, em Anfield Road, os ‘reds’ somaram a 12.ª vitória seguida na prova, com golos do central holandês Virgil van Dijk, aos 14 minutos, e do avançado egípcio Mohamed Salah, aos 90+3

Bernardo Silva foi titular no empate do City frente ao Crystal Palace (2-2), enquanto o Leicester saiu derrotado no terreno do Burnley, com Ricardo Pereira também no onze.

Pedro Neto marcou no Wolves

No Wolverhampton, foi Jiménez a brilhar no triunfo sobre o Southampton. Depois de estarem a perder por 2-0, a equipa de Nuno Espírito Santo deu a volta ao texto, com golos de Pedro Neto e do mexicano Raúl Jiménez. Cédric Soares foi titular no Southampton. Rui Patrício, Rúben Neves e João Moutinho no onze pela banda dos Wolves.

Gedson estreou-se pelo Tottenham, mas Spurs cederam pontos

O Tottenham somou o quarto jogo consecutivo sem ganhar para a Premier League ao empatar sem golos na deslocação ao terreno do Watford. Gedson Fernandes começou no banco, foi lançado por José Mourinho já no quarto de hora final, mas os 'spurs' ficaram mesmo em branco e viram o adversário falhar uma grande penalidade a meio da segunda parte.

A equipa orientada pelo técnico português não sabe o que é vencer nos últimos quatro jogos.

Félix não completou os 90 minutos na derrota frente ao Eibar

Em Espanha, o Atlético de Madrid foi derrotado pelo Eibar por 2-0 e está agora a oito pontos da liderança da La Liga.

João Félix foi titular, mas não completou os 90 minutos. O Eibar, sem Paulo Oliveira por lesão, marcou dois tentos por intermédio de Esteban Burgos e Edu Expósito.

O Barcelona frente ao Granada com Domingos Duarte e Rui Silva, venceu por 1-0 com Lionel Messi a ser decisivo com um golo apontado.

Já o Real Madrid impôs-se frente ao Sevilha com um bis de Casemiro.

Na Taça de França, o Lille, com Tiago Djaló, José Fonte e Xeka e Renato Sanches (entrou perto do fim), despachou o Gonfreville (0-2) do quarto escalão.

Portugueses em grande na Grécia

Por fim, na Grécia, o AEK de Atenas venceu o Larissa por 3-0 na 19.ª jornada do campeonato grego. A partida contou com três golos portugueses. Nélson Oliveira assistiu André Simões para o primeiro golo, antes de marcar mais tarde o segundo. Hélder Lopes estabeleceu o resultado final.

O Olympiacos de Pedro Martins, com José Sá e Rúben Semedo no onze, lidera o campeonato, triunfando no terreno do Aris Salónica por 4-2.

A equipa de Abel Ferreira, o PAOK, venceu o Asteras Tripoli por 3-1, com Vieirinha e Fernando Varela de início.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.