A meia-final da Taça de Itália em futebol entre a Juventus e o Inter de Milão será vedada aos adeptos da Lombardia, Emília-Romagna e Veneto, as regiões mais afetadas pela epidemia do coronavírus, anunciou esta segunda-feira a Juventus.

O clube de Turim emitiu um comunicado no qual justifica a decisão com um decreto aprovado no domingo pelo governo italiano sobre as medidas de combate ao coronavírus, com base no qual se proíbe, até 08 de março, movimentos organizados de adeptos das regiões da Lombardia, Veneto e Emília-Romagna, e também das províncias de Savona (Ligúria), Pesaro e Urbino (Marche).

No dia do jogo, todos os portadores de bilhete terão de mostrar um documento de identidade que indique o respetivo local de residência e, em caso em dúvida, o acesso ao estádio será proibido”, pode ler-se no comunicado da Juventus.

Para facilitar as medidas de fiscalização no estádio, os adeptos são convidados a apresentar-se com bastante antecedência e as portas do estádio serão, excecionalmente, abertas a partir das 18:15.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.