A final da Taça da Grécia de futebol entre o Olympiacos e o AEK de Atenas, adiada por causa de casos de covid-19, foi reagendada para 12 de setembro no estádio Rizoupoli, em Atenas, anunciou hoje a Federação helénica.

No domingo, a entidade tinha revelado que um novo caso de covid-19 no Olympiacos ditou o adiamento da partida que decide o vencedor da ‘prova rainha' grega, naquele que foi o segundo protelamento do jogo.

Depois de o português Rúben Semedo ter estado infetado na equipa orientada por Pedro Martins, o segundo caso confirmado foi do jovem extremo argentino Maximiliano Lovera.

O jogo decisivo teve como primeira data prevista o dia 26 de julho, contudo foi adiado para domingo por falta de garantias de segurança, estando agora programado para 12 de setembro.

Face à nova data, é provável que a Liga grega tenha de adiar o início do próximo campeonato, cujo arranque estava marcado para precisamente 12 de setembro.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 847.071 mortos e infetou mais de 25,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.