A União das Federações de Futebol Oeste Africana (UFOA) manifestou hoje a sua “ambição grande” de desenvolver todas as categorias desportivas e ser uma zona cada vez mais competitiva no continente.

O desejo foi manifestado pelo presidente da UFOA, Antoine Souare, na sua intervenção na cerimónia de abertura da Assembleia Geral da organização desportiva, que acontece pela primeira vez na cidade da Praia, em Cabo Verde.

A organização regional de futebol é composta pelas federações desportivas de Cabo Verde, Mali, Mauritânia, Senegal, Gâmbia, Guiné-Bissau, Guiné Conacri, Libéria e Serra Leoa.

O também presidente da federação da Guiné Conacri manifestou a “ambição grande” da zona em desenvolver todas as categorias do futebol, bem como ser cada vez “mais competitiva”, contando ter o apoio e suporte da FIFA para os seus projetos.

Na sua intervenção, o diretor de Desenvolvimento da FIFA, Verón Mosengo, manifestou a intenção de a organização que rege o futebol mundial continuar a trabalhar com todas as federações desportivas “para o bem do futebol”.

Por sua vez, o presidente da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), Mário Semedo, disse que os países membros da UFOA querem “estreitar cada vez mais as relações”, para que haja uma “solidariedade positiva”, porque há países que estão num patamar muito mais elevado que outros.

Como anfitrião, o líder federativo cabo-verdiano disse esperar “resultados palpáveis” da Assembleia Geral para o desenvolvimento do futebol na zona africana e para que alguns países possam acompanhar o “percurso fantástico” de outros a nível do futebol no continente.

A Assembleia Geral da UFOA foi aberta pelo ministro do Desporto cabo-verdiano, Fernando Elísio Freire, que considerou ser um “acontecimento desportivo histórico” para o país e um “sinal inequívoco da credibilidade da marca Cabo Verde”.

O titular da pasta do Desporto em Cabo Verde salientou ainda o “dinamismo, espírito criativo e de iniciativa” da UFOA e da Confederação Africana de Futebol (CAF), “pela atenção redobrada que tem dedicado à causa nobre do futebol”.

“Estamos convictos que, com esta reunião, haverá uma consolidação da vossa visão comum sobre as ações prioritárias no desporto, assim como orientar as ações no sentido da melhoria do desempenho de cada um neste momento de contexto pandémico”, afirmou o ministro.

Da agenda de trabalho da reunião, que termina no hoje, consta a aprovação da ata da última Assembleia Geral, aprovação do orçamento de funcionamento para 2021, apreciação do relatório de atividades de 2020, do plano estratégico 2020/2023 e o programa de atividades para 2021.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.