O futebolista internacional português Daniel Carriço é reforço do Wuhan Zall, clube da cidade em que se iniciou o surto de coronavírus (Covid-19), que já provocou a morte de mais de duas mil pessoas.

"O Sevilha FC e o Wuhan Zall FC, da Superliga chinesa, chegaram a acordo para a transferência para o clube asiático do central português Daniel Carriço", anunciou hoje o clube espanhol, no sítio oficial na Internet.

Daniel Carriço, de 31 anos, deixa o Sevilha, clube que representou desde 2013/14, e chega ao Wuhan, num momento em que a Liga chinesa está suspensa devido ao surto.

No clube espanhol, em que era vice-capitão, o defesa português conquistou três edição da Liga Europa, uma das quais, a primeira, em final realizada em Turim frente ao Benfica, no desempate por grandes penalidades.

O clube oficializou a saída do defesa e publicou um vídeo de agradecimento a Carriço, com imagens da sua passagem pelo Sevilha e um “obrigado, Comandante”.

Carriço, que chegou a Sevilha no verão de 2013, proveniente dos ingleses do Reading, disputou 167 jogos pela equipa andaluza e marcou sete golos.

Esta época, sob o comando de Julen Lopetegui, o defesa português fez apenas 11 jogos, o último dos quais no início de janeiro, no empate em casa com o Athletic Bilbau (1-1), em que saiu ao intervalo.

O Wuhan é treinado pelo espanhol José González e tem estado afastado da sua cidade desde o início de janeiro, iniciando a pré-época em Guangzhou, a mais de 800 quilómetros, e, depois, em Espanha, em Málaga.

v

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.