A Liga japonesa de futebol, suspensa desde fevereiro devido à pandemia da COVID-19, vai ser retomada em julho, mas, numa primeira fase, apenas com jogos entre clubes geograficamente mais próximos, anunciou hoje a organização da prova.

A ‘J-League’, através do seu presidente Mitsuru Murai, revelou que a competição regressa em 04 de julho e que os 18 clubes serão divididos em dois grupos, tendo em conta a área geográfica de cada um.

“Numa primeira fase, os jogos serão entre as equipas mais próximas, como medida contra a propagação do vírus. Mais tarde, os clubes dos dois grupos podem defrontar-se, mas tudo dependerá da evolução do novo coronavírus”, disse Murai.

Os primeiros jogos serão disputados sem público nas bancadas, embora a J-League esteja a estudar uma forma que permita mais tarde a inclusão dos adeptos nos recintos.

Todos os jogadores que disputam a J-League serão testados com frequência e, caso exista um caso positivo, toda a equipa ficará automaticamente de quarentena durante duas semanas.

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas – Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

Os campeonatos de futebol de França, Escócia, Bélgica e dos Países Baixos foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição, com fortes restrições, como sucede em Inglaterra, Itália e Espanha. A liga alemã e a liga portuguesa já foram retomadas.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de COVID-19 já provocou mais de 387 mil mortos e infetou mais de 6,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,8 milhões de doentes foram considerados curados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.