A União Desportiva do Songo, nova campeã nacional, e o Costa do Sol, segundo classificado, vão disputar, no sábado, a Taça de Moçambique, que marca o final da temporada futebolística de 2017 no país.

A equipa do Songo, interior moçambicano, na província de Tete, campeã nacional pela primeira vez na sua história, não espera facilidades, referiu o treinador, ex-sportinguista, Chiquinho Conde, na antecipação da partida.

Do outro lado vai estar a equipa que mais venceu a Taça de Moçambique, com 11 troféus.

"No sábado, não queremos fugir à nossa história", observou Artur Faria, diretor desportivo do Costa do Sol.

O vencedor tem direito a um prémio monetário de 550 mil meticais (7.750 euros), enquanto o segundo classificado receberá 350 mil meticais (4.930 euros).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.