O Besiktas não vai comparecer nos 32 minutos que restavam do jogo com o Fenerbahçe, da segunda-mão da Taça da Turquia. O clube de Istambul diz, em comunicado, que esta é a decisão mais correta, depois de a Federação Turca ter agendado para o dia 3 de maio o resto do encontro.

De recordar que o jogo da passada quinta-feira foi suspenso devido a problemas com o público, com o treinador dos forasteiros a ser atingido por um objeto proveniente da bancada. Senol Gunes, que na sequência do incidente passou uma noite no hospital, afirmou há dias que se recusa a voltar ao estádio do Fenerbahçe.

"Gostaríamos de informar que decidimos não comparecer ao jogo que ficou marcado para o dia 3 de maio, quinta-feira. Acreditamos que esta é a posição mais digna a tomar pelos fantásticos adeptos do Besiktas. Durante 115 anos estivemos em campo, a vencer ou a perder. Não vamos comparecer no dia 3 de maio e aceitamos a derrota", pode ler-se no comunicado do clube onde jogam os portugueses Pepe e Ricardo Quaresma.

O Besiktas lamenta a decisão da Federação Turca, já que esperava que lhes fosse dada a vitória no jogo, depois dos distúrbios causados pelos adeptos do Fenerbahce. Já o Fenerbahce reclama vitória no jogo por entender que a equipa visitante abandonou o terreno de jogo.

Na final já está o Akhisar que afastou Galatasaray.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.