Os jogos da qualificação asiática para o Mundial de futebol de 2022, que contam com a Coreia de Sul, de Paulo Bento, e o Bahrein, de Hélio Sousa, devem regressar em outubro, após o adiamento devido à covid-19.

As jornadas de qualificação previstas para março e já neste mês de junho não se chegaram a disputar devido à pandemia e a Confederação Asiática (AFC) revelou hoje que acordou com a FIFA duas datas em outubro e duas em novembro.

De acordo com o organismo, o planeamento deverá ter em conta “as restrições governamentais a viagens e questões médicas” nos 40 países que fazem parte da qualificação.

A Coreia de Sul, de Paulo Bento, é segunda classificada no grupo H, com menos um jogo e menos um ponto do que o líder Turquemenistão (nove pontos), enquanto o Bahrein é segundo no grupo C, a dois pontos do Iraque, e com mais três do que o Irão, mas com a equipa da Hélio Sousa a ter mais um jogo do que os iranianos.

O objetivo é completar os jogos dos oito grupos da primeira fase, que apuram 12 equipas: os oito vencedores e os quatro segundos mais bem classificados para uma fase seguinte, já de apuramento direto.

Nessa fase serão encontradas quatro seleções apuradas para o Mundial do Qatar e uma quinta disputará um ‘play-off’ intercontinental, que no Mundial2018 apurou a Austrália, ao vencer as Honduras, numa eliminatória a duas mãos.

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas – Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 387 mil mortos e infetou mais de 6,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Mais de 2,8 milhões de doentes foram considerados curados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.