Depois de anunciar a demissão da presidência do Barcelona, Josep Maria Bartomeu confirmou que a Superliga Europeia vai ser mesmo uma realidade.

A ideia é criar uma nova prova na Europa com 18 equipas dos cinco principais campeonatos (Inglaterra, Alemanha, Espanha, Itália e França), prova essa que arrancaria em setembro de 2022.

De acordo com o jornal 'As', o modelo a ser utilizado será igual ao da NBA, com jogos em casa e fora e um playoff final, num local a designar, onde se definirá o campeão.

Barcelona, Real Madrid, Atlético Madrid, PSG, Inter, Bayern, Liverpool, Manchester United são alguns dos clubes interessados em participar.

A nova competição, que chamar-se-ia European Premier, seria realizada com o financiamento de um banco de Nova Iorque, o JP Morgan, de cinco mil milhões de euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.