Um jovem britânico foi hoje condenado a seis semanas de prisão pela publicação, no Twitter, de comentários racistas dirigidos ao jogador Marcus Rashford, durante a sua participação no Euro2020 de futebol, disputado em 2021.

As manifestações racistas de Justin Lee Price, de 19 anos, surgiram no dia 11 de julho de 2021, aquando da final do Euro2020, na qual o avançado do Manchester United falhou uma grande penalidade, acabando a Inglaterra por perder para a seleção italiana.

Segundo o tribunal de Kidderminster (centro de Inglaterra), o autor do 'tweet' tentou inicialmente escapar à justiça, alterando o seu nome de utilizador na rede social, numa tentativa de negar responsabilidade, antes de acabar por admitir a culpa.

"[Justin Lee Price] Visou um jogador de futebol por causa da cor da sua pele e a sua ação foi claramente racista e odiosa", disse o procurador Mark Johnson.

Além de Marcus Rashford, os jogadores Jadon Sancho e Bukayo Saka também foram alvo de ataques racistas por terem falhado os seus penáltis, após um empate por 1-1 nos 90 minutos e prolongamento, o que levou a Itália a conquistar o segundo Campeonato Europeu da sua história.

Em setembro de 2021, outro adepto tinha sido condenado a pena de prisão suspensa por insultos racistas no Facebook, tendo visado os mesmos três jogadores.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.