O internacional português sub-21 Thierry Correia congratulou-se hoje com o apuramento para o Euro2021 de futebol, ao qual espera chegar como vencedor do grupo G.

“Temos o sentimento de dever cumprido. Sabíamos que a vitória dava apuramento e ficámos muito contentes por consegui-lo”, disse, um dia após o triunfo por 2-1 sobre o Chipre.

Para passar em primeiro Portugal tem agora que vencer os Países Baixos, mas não basta por um golo: depois do desaire fora por 4-2, a seleção das 'quinas' terá agora de ganhar por 2-0, 3-1 ou por uma diferença de três ou mais golos.

“Por vezes, as pessoas guiam-se muito pelo resultado, mas acho que esse jogo (fora) foi enganador. Nós estivemos por cima dos Países Baixos, mas eles conseguiram concretizar mais vezes que nós”, lembrou o defesa, perspetivando um resultado mais favorável na quarta-feira em Portimão.

A garantia de presença no Campeonato da Europa Eslovénia/Hungria chegou no domingo depois de triunfo por 2-1 sobre o Chipre, a quem os lusos tinham vencido fora por 4-0.

Thierry Correia admite que “foi difícil entrar a perder, com um golo no primeiro minuto”, porém, elogiou a “boa reação” dos pupilos de Rui Jorge.

“Fizemos um bom jogo de equipa, estivemos muito coesos, e agora vamos continuar a trabalhar”, concluiu.

Segundo a federação, Nuno Mendes e Jota não integraram os trabalhos devido a traumatismos no pé esquerdo contraídos no desafio com os cipriotas.

Portugal realiza o último treino na terça-feira, às 19:30, na unidade hoteleira onde está instalado, em Lagos.

Após a sessão, o selecionador Rui Jorge aborda o desafio decisivo na luta pelo primeiro lugar.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.