O defesa Alexandre Penetra disse hoje que a seleção portuguesa de futebol de sub-21 tem de “colocar o favoritismo em campo” e mostrar que é a melhor, de forma a garantir a qualificação para o Europeu de 2023.

O central do Famalicão, de 20 anos, falava em conferência de imprensa, na Cidade do Futebol, em Oeiras, onde também abordou a confiança do grupo liderado por Rui Jorge e o sonho de chegar um dia à seleção principal das ‘quinas’.

“As expectativas são sempre as mesmas: tentar ajudar ao máximo a equipa, seja em treino ou em jogo. Quero ajudar a equipa da melhor forma. Queremos chegar [à última jornada] já com as contas totalmente arrumadas, ganhar os três jogos, que é o grande objetivo destas jornadas de qualificação”, declarou Alexandre Penetra.

Portugal é “melhor coletivamente e individualmente” e, por isso, o “favoritismo tem de ser colocado em campo”, segundo o jovem defesa central, que destacou ainda a “grande motivação e confiança” vivida no grupo.

“O grupo está muito motivado e confiante para o primeiro jogo, que é o mais importante. A confiança está lá em cima, sabemos que só dependemos de nós”, revelou.

A terminar, falou do sonho de um dia poder vir a ser internacional AA e confessou que Pepe e Rúben Dias são os seus ídolos.

“Sonho de todos nós é chegar à seleção A, mas, para isso, falta muito trabalho e é isso que todos vamos fazer. Pepe e Rúben Dias são os meus dois ídolos neste momento”, concluiu.

A equipa comandada por Rui Jorge parte hoje para a Arménia, pelas 14:00, tendo chegada prevista para as 23:45 (20:45 em Lisboa).

Os vice-campeões europeus de sub-21 concluem em junho a qualificação para a prova continental, que se vai realizar na Roménia e na Geórgia, em 2023, com três encontros do grupo 4: com a Bielorrússia, em 04 de junho, na Arménia, o Liechtenstein, em 07 de junho, em Vaduz, e a receção à Grécia, no Estádio Cidade de Barcelos, em 11 de junho.

Portugal lidera o agrupamento, com 19 pontos, seguido da Grécia, com 17, enquanto a Islândia e a Bielorrússia somam nove. O Chipre, com oito, e o Liechtenstein, ainda sem qualquer ponto somado, ocupam as duas últimas posições. Os primeiros posicionados de cada grupo apuram-se diretamente, tal como o melhor segundo, com os restantes a disputarem um ‘play-off’ para ocupar as últimas oito vagas do Campeonato da Europa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.