O River Plate, vice-campeão em título, conseguiu na quarta-feira o primeiro triunfo no Grupo D da Taça Libertadores em futebol, ao golear em casa o Binacional por 8-0, em encontro da segunda jornada.

No primeiro encontro após perderem para o rival Boca Juniors o título argentino, os comandados de Marcelo Gallardo iniciaram o jogo a falhar dois penáltis, por Nicolás De La Cruz, aos 15 minutos, e Nacho Fernández, aos 34.

Aos 38 minutos, Milton Casco abriu o marcador e, na segunda parte, os argentinos conseguiram mais sete, autoria da Santos Borre (55), Jorge Carrascal (58), Nacho Fernández (74 e 90+3), Robert Rojas (79) e Paulo Díaz (80) e Matíaz Suárez (88).

Na tabela, o River Plate, que na primeira ronda tinha perdido por 3-0 no reduto do Liga de Quito, soma os mesmos três pontos do Binacional e dos colombianos, que jogam fora com o São Paulo, ainda a zero face ao desaire por 2-1 no Peru.

Em encontros do Grupo C, os chilenos do Colo Colo superaram em casa os brasileiros do Athletico Paranaense por 1-0, com um tento de Pablo Mouche (11 minutos), e os uruguaios do Peñarol receberam e bateram os bolivianos do Jorge Wilstermann por igual resultado, selado por um autogolo de Alejandro Melean (68).

Após cumpridas duas jornadas, as quatro equipas somas todas três pontos.

Nos jogos de terça-feira, destaque para o triunfo caseiro do Santos, orientado pelo treinador português Jesualdo Ferreira, sobre o Delfín, por 1-0, e para o 3-0 do Boca ao Independiente de Medellín, com um ‘bis’ do ex-benfiquista Salvio.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.