O público pode voltar a alguns estádios de Inglaterra depois de nove meses de bancadas vazias, mas não foi preciso muito tempo até vermos cenas lamentáveis numa das partidas.

O Millwall recebia o Derby County em encontro a contar para a 16.ª jornada do Championship, a segunda divisão inglesa. No momento que já se tem tornado habitual nos jogos em Inglaterra, os jogadores ajoelharam-se antes do início do jogo, numa posição de apoio ao movimento 'Black Lives Matter', uma causa anti-racismo.

Contudo, a atitude dos adeptos do Millwall nesse momento está a dar que falar e a envergonhar o futebol inglês: parte dos adeptos presentes vaiou os jogadores assim que colocaram o joelho no chão, uma posição contra o apoio dos jogadores à causa anti-racista.

Depois da partida a Federação Inglesa (FA) reagiu, condenado o que aconteceu no 'The Den', casa do Millwall. Em comunicado citado pela Sky News, a FA "apoia todos os jogadores e staff que desejam tomar uma posição contra a discriminação de forma respeitosa (...) e condena veementemente os comportamentos dos adeptos que mostram ativamente a sua oposição a tais atividades".

O Millwall, através de comunicado, lamentou o sucedido, afirmando que o clube se encontra "consternado e triste" pelas atitudes dos seus adeptos.

"Trabalhámos incansavelmente nos últimos meses para preparar o regresso dos adeptos e o que devia de ter sido uma ocasiões positiva e entusiasmante foi completamente eclipsada, para nossa imensa tristeza e daqueles que contribuíram para estes esforços", lê-se, acrescentando que se irá reunir com a 'Kick it Out', uma associação contra o racismo no futebol, para encontrar "soluções rápidas".

Wayne Rooney, técnico interino do Derby, também reagiu aos incidentes, dizendo que "ontem assisti a um comportamento vergonhoso e estupido de uma grande parte dos adeptos do Millwall no estádio"

"Antes do jogo fomos alertados para a possibilidade de estar preparada uma vaia no momento em que nos ajoelhamos em apoio à campanha 'Black Lives Matter', mas nada nos preparou para o que ouvimos", acrescentou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.