O treinador português Luís Gonçalves, selecionador moçambicano de futebol, manifestou-se hoje motivado, mas pediu cautela, para o jogo com o Ruanda, de apuramento para a Taça na Nações Africanas (CAN) de 2021, que se realiza nos Camarões.

"A equipa está bem e motivada. Temos um grupo muito bom e forte", disse Luís Gonçalves, em conferência de imprensa, realizada em Maputo, na qual abordou o encontro de quinta-feira.

Para o técnico português, embora os ‘mambas’ estejam motivados, é necessário ter alguma cautela na abordagem do jogo.

"Esperamos o apoio de todos e apoio não deve simplesmente ser quando estamos a ganhar. Esperamos um apoio sempre", advertiu o técnico português, admitindo dificuldade na definição da equipa titular, em função do empenho que os 23 jogadores convocados têm demonstrado.

O técnico da seleção do Ruanda, Mashami Vicent, também destacou a motivação da equipa, mas admitiu que se trata de uma missão difícil.

"Respeitaremos o nosso adversário e vamos também fazer tudo para ganhar. Estamos cientes de que isto é apenas um jogo e não uma guerra, por isso tentamos gerir as expectativas. Mas, como todos, queremos ganhar", afirmou.

O jogo com o Ruanda está marcado para as 18:00 (16:00 em Lisboa), no Estádio Nacional do Zimpeto, em Maputo, e, três dias depois, os ‘mambas’ deslocam-se à Cidade da Praia, para enfrentar Cabo Verde.

Moçambique, Cabo Verde e Ruanda integram o Grupo F de qualificação, do qual também faz parte os Camarões, automaticamente apurados para a CAN de 2021, visto serem o país anfitrião do principal torneio de seleções em África.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.