O Boavista da Praia apresentou hoje, na cidade da Praia, o novo emblema e os equipamentos para a época desportiva 2019-2020, assentes na história e filosofia do clube.

A cerimónia contou com a participação de antigos e novos dirigentes e na ocasião foi apresentado o projeto social do clube, com o objectivo de fazer do desporto uma plataforma para a inclusão social.

Em declarações à Inforpress, o vice-presidente do Boavista da Praia, Nuno Martins, explicou que a mudança do emblema tem como objectivo identificá-lo com a história e filosofia do clube.

“O novo emblema tem quatro estrelas que representam os campeonatos nacionais conquistados, uma pantera que simboliza Boavista, o xadrez e o amarelo dourado num ano em que comemoramos 80 anos”, explicou.

Em relação ao projecto social social avançou que o Boavista da Praia tem feito, ao longos últimos anos, esses tipos acções e que doravante vão ser associados a bairros carenciados e clubes de zonas.

“Queremos ajudá-los em adquirir equipamentos desportivos, bem como ajudar os jovens a terem hábitos saudáveis”, precisou o dirigente axadrezado.

Em termos desportivos, disse que este ano os adeptos vão ter um Boavista “forte”, que vai entrar em todos os jogos para ganhar e com o objectivo de conquistar o título regional em Santiago Sul.

O clube Boavista foi fundado a O5 de Julho de de 1939, no bairro de Vila Nova, na cidade da Praia.

O clube conta com quatro campeonatos de Cabo Verde (1963, 1987, 1995, 2010), uma Taça de Cabo Verde (2011), cinco campeonatos regionais de Santiago (1962/63, 1975/76, 1986/87, 1992/93, 1994/95) e dois de Santiago Sul (2011/12 e 2014/2015).

Conta ainda no seu palmarés com uma Taça Praia (2014/15), um Torneio de Abertura (2002/03) e duas Taça dos Cambões (2014, 2016).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.