Está instalada a confusão na Bundesliga. Numa altura em que o governo alemão se prepara para tomar uma medida quanto ao regresso da principal liga de futebol, Solomon Kalou resolveu dar uma 'machadada' no protocolo de segurança que deverá vigorar e deixar todos apreensivos.

Num vídeo publicado nas redes sociais, o experiente avançado do Hertha de Berlim aparece a cumprimentar os colegas com abraços e a falar com outro jogador sem as devidas distâncias de segurança. Num primeiro vídeo, Kalou discute com Vedad Ibisevic sobre eventuais erros do clube no pagamento do salário (o jogador bósnio diz que o dinheiro recebido é inferior ao corte acordado entre clube e jogadores face a pandemia de COVID-19).

Nas imagens captadas no balneário e difundidas em direto no Instagram pelo próprio Kalou, aparecem outros jogadores e é possível ver que quase ninguém está preocupado em cumprir com as regras de distanciamento social.

Noutro vídeo, Kalou chega mesmo a interromper um teste de COVID-19 do defesa Jordan Torunarigha. Um dos responsáveis médicos do clube pede ao marfinense que apague o vídeo mas este não se mostra preocupado: "Só estou a fazer uma pequena brincadeira, está tudo bem", responde Kalou. Mas o técnico de saúde insiste e pede Kalou para deixar a sala: "Só pode haver duas pessoas nesta sala".

As imagens levaram a Federação Alemã de Futebol a reagir com veemência, considerando-as  "absolutamente inaceitáveis" e prometendo medidas drásticas contra o jogador: "É preciso que todos compreendam a gravidade da situação", garante a DFL.

Assim que o Hertha Berlim tomou conhecimento da dimensão do caso, anunciou a suspensão de Kalou dos treinos e jogos por tempo indeterminado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.