O Bayern Munique arrisca perder os três pontos hoje conquistados diante do Friburgo, na 28.ª jornada da Liga alemã de futebol, já que atuou durante cerca de 20 segundos com 12 jogadores, devido a um erro durante as substituições.

Aos 86 minutos, o treinador dos bávaros Julian Nagelsmann decidiu trocar Kingsley Coman e Tolisso pelos suplentes Sule e Sabitzer, mas um deles, o francês Coman, não se apercebeu que tinha de sair do relvado e a partida foi reatada.

Passados vários segundos, o árbitro Christian Dingert, alertado pelo VAR, suspendeu o encontro, que esteve interrompido durante vários minutos, mas decidiu deixar terminar a partida, que o Bayern Munique venceu por esclarecedores 4-1.

"Foi um pouco confuso, o número errado foi exibido [pelo quarto árbitro] para tirar Coman. São erros que acontecem, mas não há nada que afete a honestidade do jogo", considerou Nagelsmann sobre a situação.

Ainda assim, segundo os regulamentos da Bundesliga, no caso de o Friburgo apresentar queixa, o Bayern Munique vai averbar uma derrota administrativa.

Em vésperas do duelo da primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões, com o Villarreal, Goretzka abriu o marcador para os bávaros, aos 58 minutos, mas a equipa da casa empatou pouco depois (63) pelo recém-entrado Nils Petersen.

O avançado Serge Gnabry, que tinha entrado em jogo um minuto antes, colocou de novo os visitantes em vantagem (73), tendo o francês Kingsley Coman ampliado a vantagem aos 82 minutos, e Sabitzer fechado a contagem já em tempo de descontos, aos 90+6.

O Bayern Munique, que procura o 10.º título consecutivo, soma 66 pontos, mais nove do que o Borussia Dortmund, que é segundo e que foi hoje goleado em casa com o Leipzig, também por 4-1.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.