O empresário Cesary Kucharski, antigo agente de Robert Lewandowski e que se considera credor do internacional polaco em cerca de 20 milhões de euros, foi detido terça-feira na Polónia, acusado de chantagem ao atacante do Bayern.

Segundo a Imprensa polaca, Kucharski estaria a pressionar Lewandowski para que este saldasse a dívida. O jogador ter-se-á sentido ameaçado e fez uma denúncia às autoridades.

O agente foi, então, detido para interrogatório, tendo o escritório e a casa de Kucharski, também ele um ex-futebolista internacional polaco, de 48 anos, sido revistados, em busca de provas que sustentassem a suspeita de chantagem.

A ligação profissional entre ambos tenha terminado em 2018, por desentendimentos na sequência da renegociação do contrato do goleador com o Bayern Munique, mas o agente exige o pagamento dos referidos 20 milhões de euros, fatia que diz ser-lhe devida relativos a uma empresa que ambos mantinham e que, entretanto, foi encerrada.

Durante uma década, e à medida que o agora jogador do Bayern ia ascendendo ao estrelato na Bundesliga, primeiro com o Dortmund e depois com os bávaros, Lewandowski e Kucharski foram grandes amigos e mantiveram uma ligação profissional, mas a a relação rompeu-se aquando da renovação do avançado com o Bayern, num contrato de cinco anos que lhe rendeu cerca de cem milhões de euros. Um dos maiores da história do desporto polaco.

Lewandowski alegou, na altura, que os valores e a duração do novo contrato não estavam de acordo com os valores que lhe tinham sido apresentados pelo empresário, com uma diferença de mais um ano e menos alguns milhões no documento final. O avançado acabou por assinar o vínculo, mesmo este não correspondendo exatamente ao que esperava, mas considerou que o empresário o deveria compensar pela diferença e a divergência ditou a rutura entre os dois. Lewandowski é agora representado por Pini Zahavi.

Porém, por seu lado, Kucharski reclama a tal verba de 20 milhões de euros por ser acionista minoritário de uma das empresas que geria os direitos de imagem de Lewandowski e que entretanto foi encerrada. Desavença que terá agora estado na origem das denúncias, com a imprensa polaca a especular que o ex-agente exigiu o dinheiro para não contar alguns 'podres' sobre o ponta-de-lança de 32 anos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.