Em entrevista à Sport TV, Jorge Jesus falou sobre o facto de ter orientado Sérgio Conceição, Rúben Amorim e Jorge Silas. O atual treinador do Flamengo revelou também ter tido algumas "complicações" com o novo técnico do Sporting, Rúben Amorim.

"O Sérgio é diferente, era um miúdo quando foi o meu jogador. O Silas já foi mais no fim da carreira dele, assim como o Paulo Fonseca. Quando tens paixão pelo treino e pela tua profissão queres seguir a carreira de treinador, quando não tens não valorizas. Durante a minha carreira, aqueles que eu vejo, tento incutir-lhes isso [o desejo de ser treinador] e digo-lhes: 'Tu tens de ser treinador'. O Rúben Amorim foi quem mais trabalhou comigo, esteve sete anos comigo. Não houve quem treinasse mais tempo comigo. Mas o Rúben tem umas características especiais. Tivemos algumas complicações, no que diz respeito dos interesses do treinador e do jogador, por isso é que me apaixonei pelos jogadores brasileiros e por este grupo do Flamengo, que é completamente diferente daquilo que eu tenho apanhado", analisou.

"No fundo, o meu legado é tentar valorizar cada vez que os meus jogadores se tornem treinadores. O meu orgulho é estar onde estou hoje, pensar pela minha cabeça, não ter receio das minhas decisões, não deixar que nenhum presidente interferisse na minha carreira, nunca deixei. Ganhei o estatuto que eles até têm medo de falar comigo. Esse é o meu legado enquanto treinador", acrescentou.

Na mesma entrevista, Jorge Jesus deixou elogios a Cristiano Ronaldo, aproveitando depois para falar daqueles que pensa poderem vir a ser as principais figuras da Seleção Nacional no futuro.

"O Cristiano é um extraterrestre. Sempre foi e continua a ser. É a referência número um no mundo do futebol e é um exemplo do que é ser top. João Félix e Rafael Leão são dois jovens muito promissores, mas nao lhes basta olharem para Ronaldo como o melhor. Têm de de olhar para ele e perceber o que fez dele o melhor. Têm de saber abdicar de coisas que gostam de ter enquanto jovens, mas não podem porque são profissionais. Foi isso que o Ronaldo fez e eles terão de seguir o exemplo", observou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.