Um total de 10 jogadores do Goiás ficaram hoje a saber que testaram positivo à COVID-19, situação que levou ao adiamento de última hora do jogo com o São Paulo, no arranque do campeonato brasileiro de futebol.

A decisão de adiamento só foi conhecida escassos minutos antes do início previsto para o encontro e os jogadores do São Paulo chegaram mesmo a efetuar exercícios de ‘aquecimento’ no relvado.

O jogo da primeira jornada do ‘Brasileirão’, que deveria disputar-se à porta fechada, foi adiado por decisão do Tribunal Superior de Justiça Desportivo, com o acordo da Confederação Brasileira de Futebol.

Para o Goiás, a situação é mesmo muito complicada, já que se trata de um afastamento de quase metade do plantel, de 23 unidades, sendo que oito serão jogadores titulares, segundo a comunicação social brasileira.

Quem entrou em ação no arranque da prova foi o campeão Flamengo, no primeiro jogo sem o treinador português Jorge Jesus, novo técnico do Benfica, que iniciou o campeonato com uma derrota em casa, por 1-0, ante o Atlético Mineiro.

O Santos empatou 1-1 com o Bragantino, também na primeira partida oficial sem Jesualdo Ferreira no banco de suplentes, depois de o treinador português ter sido dispensado pelo clube do estado de São Paulo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.