A Sporting SAD confirmou a realização de buscas às suas instalações pela autoridade tributária, sobre um processo que decorre desde 2017, congratulando-se por colaborar com a investigação.

“A Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD confirma a realização de buscas aos seus escritórios por parte da Autoridade Tributária, que reportam a um processo iniciado em 2017 e que decorrem desde as 08:00 de hoje”, lê-se no sítio oficial do Sporting na Internet.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) anunciou hoje a realização de buscas em diversas sociedades de clubes de futebol, dirigentes, escritórios de advogados e agentes intermediários, no âmbito da operação ‘Fora de Jogo’.

“A Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD congratula-se por colaborar com as autoridades competentes em prol de uma maior verdade desportiva e transparência, contribuindo para a dignificação do futebol português, neste e noutros processos”, concluem os ‘leões’.

Em comunicado, a PGR deu conta da realização de 76 buscas a clubes de futebol, respetivas sociedades e dirigentes, escritórios de advogados e agentes intermediários, no âmbito de um inquérito dirigido pelo Ministério Público do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) e cuja investigação está a cargo da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT).

Ainda segundo a PGR, em causa estão “factos suscetíveis de integrarem a prática de crimes de fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais”.

Também as SAD de Benfica e FC Porto confirmaram a realização de buscas, atestando a disponibilidade para colaborarem com as autoridades.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.