Com os campeonatos em andamento pela Europa e se esteve distraído recordamos o que foi feito pelos jogadores portugueses lá fora nas competições em que estiveram envolvidos.

La Liga com Félix e William a marcarem e com Trincão a estrear-se

Em Espanha, os portugueses foram protagonistas. A começar pelo Atlético de Madrid, o jogador português fez um golo e uma assistência no triunfo do Atlético de Madrid sobre o Granada por 6-1. Félix assistiu Angel Correa para o segundo tento dos madrilenos, aos 48 minutos, e aumentou ele próprio a contagem, aos 65.

O Levante, com Rúben Vezo a titular, venceu pela primeira vez no campeonato, com uma reviravolta no terreno do Osasuna (3-1).

A goleada do Barcelona frente ao Villarreal (4-0) também marcou a estreia de Trincão com a camisola do Barça. O reforço do emblema blaugrana entrou já na segunda parte ao minuto 78´.

William Carvalho também fez o gosto ao pé frente ao Real Madrid, mas os merengues conseguiram dar a volta para vencerem o Bétis por 3-1.  Os campeões espanhóis colocaram-se em vantagem, através do uruguaio Federico Valverde, aos 14 minutos, mas, em apenas dois minutos, o argelino Aissa Mandi, aos 35, e o médio luso, aos 37, deram a volta ao marcador, ainda no primeiro tempo. Contudo na segunda parte, os golos de Emerson (p.b) e Sergio Ramos permitiram que o Real Madrid desse volta à contenda no segundo tempo. O Valência com Gonçalo Guedes no onze empatou na receção ao Huesca (1-1).

O Athletic Bilbau, derrotado na ronda anterior, precisamente pelo Granada, conseguiu o primeiro triunfo na prova, por 2-1, no dérbi basco diante do Eibar, graças a um 'bis' de Unai López, aos 40 e 87 minutos. Pelo meio, aos 48 minutos, Kike ainda repôs a igualdade para a formação da casa, que contou com os portugueses Paulo Oliveira e Kévin Rodrigues no 'onze'.

Sortes diferentes para os portugueses na Premier League

Na estreia de Nelson Semedo pelo Wolverhampton, a equipa dos lobos acabou vergada por uma goleada ante o West Ham por 4-0, em partida da terceira jornada da liga inglesa. Estiveram em campo Rui Patrício, João Moutinho, Rúben Neves, Pedro Neto, Rúben Vinagre, aos quais se juntou o estreante Nelson Semedo, tendo ainda sido suplentes utilizados Vitinha e Fábio Silva. O Manchester City sem Cancelo e Bernardo Silva sofreu uma derrota pesada (5-2) frente ao Leicester, com Jamie Vardy em evidência, ao apontar um hat-trick.

Já o Tottenham de Mourinho viu a vitória fugir-lhe já em tempo de compensação. Lucas Moura adiantou os spurs ao minuto 25´. Contudo, o árbitro Peter Bankes foi alertado pelo videoárbitro (VAR) para uma infração - muito duvidosa - de Eric Dier dentro da área do Tottenham e acabou por assinalar a grande penalidade com que Callum Wilson selou o empate, aos 90+7 minutos.  O Leeds somou a segunda vitória seguida, na visita ao Sheffield United, e novamente pela margem mínima graças ao golo tardio do avançado Patrick Bamford, aos 88 minutos. Hélder Costa voltou a ser titular.

Por fim, o United chegou à vitória 'in extremis', depois de bater o Brighton & Hove Albion por 3-2 em jogo da 3.ª jornada da Premier League. Quando o árbitro apitou para o final do jogo mas, perante os protestos dos jogadores do United e, alertado pelo VAR, foi rever a jogada no monitor. Acabou por marcar grande penalidade, para desespero dos da casa. Bruno Fernandes não tremeu e fez o 3-2, numa altura em que o jogo já tinha sido terminado pelo árbitro.

André Silva a marcar na Bundesliga

Na Alemanha, O Eintracht Frankfurt venceu hoje por 3-1 na deslocação ao Hertha Berlim, na abertura da segunda jornada da Liga alemã de futebol, com o português André Silva a marcar o primeiro golo da partida. O jogador português inaugurou o marcador à passagem do minuto 27´. Já o Dortmund de Raphael Guerreiro (jogou 60 minutos) foi derrotado por 2-0. O defesa Felix Uduokhai, aos 40 minutos, colocou os anfitriões na frente, com um desvio de cabeça, após ser assistido por Caligiuri, a figura da partida, que, já no segundo tempo, se isolou a passe de Gregoritsch, para fazer o segundo tento e sentenciar o encontro, aos 54.

Villas-Boas empata, Anthony Lopes volta a não ganhar

Em França, o Marselha de André Villas-Boas empatou (1-1) na receção ao Metz, em jogo da quinta jornada da liga francesa de futebol, mas esteve à beira da derrota, só evitada ao minuto 90+5. Já o Lille venceu por 2-0 o Nantes. Com os internacionais portugueses José Fonte e Renato Sanches de início, os ‘dogues' colocaram-se em vantagem em cima do intervalo, aos 43 minutos, na sequência de um golo de Nicolas Pallois na própria baliza. O resultado final foi estabelecido por Yurak Yilmaz foi derrubado dentro da área do Nantes e converteu a grande penalidade, aos 87 minutos. O médio Xeka foi lançado no Lille já em tempo de compensação, enquanto o central Tiago Djaló não saiu do banco de suplentes.

O Lyon, com o Anthony Lopes na baliza, voltou a marcar passo e não sabe o que é vencer há quatro partidas. Desta vez, não conseguiu melhor do que empatar 1-1 no reduto do Lorient, graças ao golo de Leo Dubois (74), que anulou a vantagem conseguida 11 minutos antes pelos locais, através de Yoane Wissa. Sem Gelson Martins, que não saiu do banco de suplentes, o Mónaco bateu em casa o Estrasburgo por 3-2, num encontro em o francês Bem Yedder foi a grande figura, ao anotar um ‘bis’, antes dos monegascos terem ficado reduzidos a nove elementos, face às expulsões de Tchouameni e Disasi.

Ronaldo em grande na Série A

Em Itália, Cristiano Ronaldo voltou a brilhar a grande altura depois de ter apontado os dois golos da Juventus no encontro frente à Roma de Paulo Fonseca. O craque português fez um golo de grande penalidade (44´). Já sem menos um elemento, CR7 acabaria por fazer o golo do empate num cabeceamento certeiro para dentro da baliza. o AC Milan de Rafael Leão (Entrou na segunda parte) venceu em casa do Crotone por 2-0, a poucos dias de visitar o Rio Ave, na quinta-feira, para o ‘play-off' de acesso à fase de grupos da Liga Europa, com golos do costa-marfinense Franck Kessié (45+2 minutos) e do espanhol Brahim Díaz (50).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.