Cristiano Ronaldo está no Dubai para os 'Global Soccer Awarrds'. Na conferência que antecede a entrega dos prémios, o português abriu o coração e faltou praticamente de tudo. O craque português, que concorre para o prémio de Melhor Jogador de 219 fez uma revelação curiosa: um pedido do filho mais velho.

"O Cristianinho às vezes faz pressão e diz: 'Papá, aguenta mais uns anos que eu ainda quero jogar contigo'. Vai ser difícil, mas tenho é de desfrutar. Ainda tenho alguns anos para jogar. Mas a verdade é que não se ganha os títulos que eu ganhei por casualidade. Humildade de mais também é vaidade. Os números não enganam, na liga inglesa, na liga espanhola, na liga italiana. E se for para outra liga, vou ganhar também: a liga árabe ou a liga chinesa. Quando és campeão, ganhas sempre", garantiu Cristiano Ronaldo.

Na Conferência Internacional de Desporto, que está a decorrer no Dubai, o craque português revelou que, a partir dos 26 anos, começou a interessar-se por assuntos que dantes não ligava. E esta decisão está ligada ao seu sucesso e o facto de continuar a render, mesmo aos 34 anos (completa 35 anos no dia 05 de fevereiro de 2020).

"É todo um processo. Não quero entrar muito em detalhes, mas basicamente tenho de cuidar de mim e aprender com os melhores. Na minha área sou dos melhores, mas há tantas áreas que não conhecemos. O segredo é aprender com os melhores nas suas áreas. Como sabem tenho quatro filhos e deixa-me envergonhado se o meu filho me perguntar alguma coisa que eu não lhe sei responder. Por isso tento educar-me. Já que não tive tantos anos de escolaridade, pelos motivos óbvios, agora tento autoeducar-me. Para que os meus filhos possam crescer saudáveis e contar comigo, se precisarem de uma opinião, não só a nível físico e mental, mas também a nível da meditação, de ler um bom livro, de saber falar melhor inglês. Isso ajuda-te muito até na vida depois do futebol", atirou.

Cristiano Ronaldo concorre com o egípcio Mohamed Salah, com o holandês Virgyl Van Dijk e com o argentino Lionel Messi para o prémio de Futebolista do Ano. De recordar que CR7 já venceu este prémio em cinco ocasiões (2011, 2014, 2016, 2017 e 2018).

João Félix, o 'Golden Boy' de 2019, está nomeado para Jogador Revelação, num prémio onde tem a concorrência de Jadon Sancho (Borussia Dortmund), Erling Haaland (Salzburgo) e Ansu Fati (FC Barcelona).

Já Fernando Santos concorre para Melhor Treinador nos 'Globe Soccer Awards' de 2019, num prémio onde tem como concorrentes, Juergen Klopp, treinador do Liveropol e Erik Ten Hag, treinador do Ajax.

Os 'Globe Soccer Awards' são atribuídos pela associação europeia de empresários de futebol (EFAA) e pela Associação Europeia de Clubes (ECA).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.