O futebolista internacional português Nani está entusiasmado com o regresso da Liga norte-americana (MLS) e disse sentir-se seguro com as condições e o modelo encontrados para o recomeço da competição.

“Sinto-me seguro aqui, desde que chegámos a este hotel. Foram dadas aos jogadores todas as condições. Sou otimista em relação ao torneio e espero que continuemos assim até ao final. Estamos aqui, queremos jogar este torneio e que todos voltem a casa seguros e felizes”, considerou o jogador.

As declarações do português, capitão dos Orlando City, foram recolhidas pela sua assessoria no dia aberto à imprensa e que lança a retoma do campeonato norte-americano, todo concentrado no complexo da Disney, em Orlando.

A competição, que foi suspensa em março devido à covid-19, arranca com seis grupos que apuram os dois primeiros e os três terceiros mais bem classificados para uma fase a eliminar: oitavos de final, quartos de final, meias-finais e final.

O torneio decorrerá entre quarta-feira, 08 de julho, e 11 de agosto, data prevista para a final.

Nem todas as equipas, ou futebolistas, estarão neste regresso, e nas últimas horas ficou de fora o FC Dallas, com 10 jogadores infetados com a covid-19, uma situação que o português entende, mesmo nos casos em que se trata de uma opção pessoal.

“Claro que sei que alguns jogadores não virão, há situações que todos temos de respeitar, porque além de sermos atletas, somos humanos, e temos de respeitar que alguns jogadores não venham e prefiram ficar com as suas famílias e proteger-se”, considerou.

O internacional mexicano Carlos Vela, dos Los Angeles FC, é um dos casos que optou por não participar, mantendo-se junto da sua mulher, que está grávida, uma vez que as equipas ficam isoladas em Orlando, sem familiares.

"Acho que a parte mental é a mais complicada. Enquanto estás aqui, estás longe de casa e da família, não os podes ver quando quiseres. Deves ser forte e esperar até ao fim do torneio, porque todos queremos estar aqui até ao final. Sabemos que será longo, mas temos de lidar com isso, ser fortes e acreditar que tudo correrá bem, tentando manter a comunicação com a família”, disse ainda o português.

A estreia de Nani neste torneio designado ‘MLS is back tournament’ (A MLS está de volta, em português) será já na quarta-feira, com os Orlando City a defrontarem o Inter Miami, a equipa presidida por David Beckham.

“Estão a construir uma equipa boa, são novos na Liga, mas têm bons jogadores. Tiveram tempo para trabalhar, eu vi qualidade deles nos dois primeiros jogos. Temos de estar prontos para este encontro”, acrescentou Nani.

Será um regresso após 10 meses para Nani, que não joga desde 06 de outubro de 2019 e já no arranque de 2020 falhou os dois primeiros jogos da nova época por castigo, tendo depois a pandemia da covid-19 levado à suspensão do campeonato.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 535 mil mortos, incluindo 1.620 em Portugal.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (130.306) e mais casos de infeção confirmados (mais de 2,93 milhões).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.