O antigo jogador do Benfica e da seleção argentina Claudio Caniggia foi formalmente acusado de abuso sexual pela própria mulher, Mariana Nannis.

A revelação foi feita pelo advogado da mulher de Caniggia em declaração no 'TN Show'. "Os factos denunciados por Mariana são aberrantes. Durante os anos em que esteve num relacionamento com Claudio Caniggia, sofreu atos de grande violência que a afetaram psicologicamente e não pode tirá-los da cabeça porque são terríveis", disse Alejandro Cipolla.

Além de abuso sexual, Mariana Nannis acusa Caniggia de lhe ter provocado um aborto, algo que a própria já tinha revelado em agosto. "Ele fez-me perder um filho. Empurrou-me contra um carro porque eu não o deixei entrar em casa. Estava stressada e disse-lhe que naquele estado[sob efeito de drogas] ele não entrava, que aquela era uma casa de respeito. 'Eu não consumo drogas e os meus filhos também não. Se queres drogas, vai a um bordel', disse-lhe na altura", revelou.

"No dia seguinte, estava na massagista e comecei a sentir as pernas quentes. Quando olhei, estava cheia de sangue. Hoje, teria um filho de 12 anos. Ele empurrou-me por causa de um pacote de cocaína. Não quis saber se eu estava grávida de dois meses e meio. Ele matou o meu bebé", acrescentou ainda Mariana Nannis, em agosto deste ano.

Recorde-se que, depois de 30 anos de relacionamento, Claudio Caniggia e Mariana Nannis não chegaram a separar-se oficialmente.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.