Apesar do cenário de cancelamento de eventos presenciais das grandes competições de eSports, as organizações têm feito esforços por dinamizar os torneios realizados online, valendo-se pela vasta assistência nas plataformas de streaming. A BLAST revelou há dias um novo torneio online de CS: GO, o BLAST Rising, que coloca 16 equipas europeias, divididas em quatro grupos, a competir por um prize pool de 30 mil euros.

No lote das equipas em competição encontram-se duas formações nacionais: a Vodafone Giants e a sAw. A equipa de Ricardo “Fox” Pacheco tem no seu Grupo B as equipas Nordavind, a HAVU e a x-kom AGO. Já a sAw vai defrontar a Heretics, Secret e a AVEZ no Grupo D. O Grupo A é composto pela Alternate aTTax, Tricked, Salamander e Endpoint e o Grupo C conta com a Movistar Riders, Japaleno, FATE e Apeks.

As partidas de grupo são realizadas em formato Round Robin Bo1, passando à fase seguinte as duas melhores equipas de cada grupo, depois de duas voltas. Os playoffs serão jogados num formato Bo3.

Curioso que a organização tenha escolhido não as melhores equipas, mas aqueles com grande potencial, as chamadas “ones to watch”, fora do grupo de elite dos rankings europeus, e daí o nome BLAST Rising para o torneio. Nicolas Estrup, diretor da BLAST refere que “apesar de adorarmos as competições de elite, em que deixamos todos terem uma oportunidade de participar através de qualificadores, criámos a BLAST Rising para dar às equipas e aos jogadores em todas as fases das suas carreiras”.

blast premier

A competição tem início no próximo dia 4 de maio, mas a primeira equipa portuguesa a jogar é a Vodafone Giants, no dia 5 e no dia 12. A sAw começa a sua jornada no dia 7 de maio e a segunda volta no dia 14 de maio. A partir do dia 18 tem início os playoffs.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.